10 DE JUNHO COMEMORA-SE O DIA DO PASTOR / A NOSSA HOMENAGEM A TODOS OS PASTORES…

Pastor Odinei Ferreira de Oliveira – Titular da Segunda Igreja Batista de Itapetinga (SIBI)

Todo o segundo domingo do mês de junho é comemorado o Dia do Pastor, a data não está no calendário oficial do país, mas muitas cidades possuem leis próprias sobre a comemoração.

A origem dessa homenagem aos pastores evangélicos é desconhecida, registros antigos da Convenção das Igrejas Batistas Independentes informam que desde a década de 50 se comemora o Dia do Pastor, uma troca do nome dado ao Dia da Junta da Beneficência, data onde os fiéis se reuniam para levar ofertas para os pastores aposentados.

Nos últimos anos a data passou a ser oficializada em algumas localidades por meio de leis municipais ou estaduais como aconteceu em Teresina (PI), Uberlândia (MG), Campo Grande (MS) no Estado do Rio de Janeiro, Distrito Federal e outras.

Algumas igrejas aproveitam para falar sobre o trabalho do pastor e para homenagear os homens e mulheres que escolheram viver para pregar a Palavra de Deus e servir aos fiéis, com palavras de motivação, encorajamento e com ações sociais.

O VALOR DE UM PASTOR

No segundo Domingo de Junho é comemorado o Dia do Pastor. Neste tempo em que a figura do Pastor tem sido tão desprestigiada, tão atacada e também tão incompreendida, vale a pena esta esta reflexão.

É verdade sim que há verdadeiros lobos disfarçados de pastores, mas há também aqueles que cumprem seu chamado, que se desgastam e dão as suas vidas pelas ovelhas e pelo ministério. Vale a pena uma oração pelo seu pastor, vale a pena aferir e conferir os reais valores deste ser humano, cuja responsabilidade é tão vital: Conduzir seu rebanho ao aprisco seguro do Senhor. Que Deus abençoe os nossos pastores.

O valor de um pastor não é medido por sua popularidade, poder de persuasão ou quantidade de pessoas que atrai, mas sim por seu caráter e fidelidade a Deus (Jo 6:66-67);

O valor de um pastor não é medido pela aprovação de homens, mas pela aprovação de Deus. O pastor é segundo o coração de Deus e não segundo o coração dos homens (Jr 3:15);

O valor de um pastor não é medido pelo tamanho de sua igreja, mas por suas qualidades éticas, morais e espirituais;

O valor de um pastor não é medido pelo volume das entradas financeiras de sua igreja, mas por sua capacidade de suprir seu rebanho com a Palavra de Deus.

Há pastores que se preocupam com a lã. Há pastores que se preocupam com as ovelhas.

O valor de um pastor não é medido pelo salário que ganha, mas pelo serviço que presta;

O valor de um pastor não é medido por sua capacidade política e de articulação, pois muitas vezes ele deixa de ser “politicamente correto” para permanecer justo e reto diante de Deus;

O valor de um pastor não é medido pelos cargos que ele ocupa na denominação, mas pelo serviço que presta à Obra de Deus;

O valor de um pastor não é medido pela satisfação de seus ouvintes, mas por sua pregação coerente aos valores do evangelho bíblico capaz de transformar vidas. A sua mensagem, ao invés de massagear o ego humano, às vezes desagrada por confrontar o ouvinte com a verdade;

O valor de um pastor não é medido pelo seu poder ou status, mas por sua submissão e obediência a Deus;

O valor de um pastor não é medido por sua autossuficiência. O poder de Deus se aperfeiçoa na fraqueza de homens que às vezes julgamos fracos e incapacitados (II Cor 12:9);

O valor de um pastor não é medido por sua condição física, mas por sua condição espiritual;

O valor de um pastor não é medido pela quantidade de amigos ou pessoas que o rodeiam, mas sim por seu amor às pessoas;

O valor de um pastor não é medido pelos seus discursos, mas pela autoridade de seu viver;

O valor de um pastor não é medido pelo crescimento quantitativo ou não da membresia de sua igreja, mas pelas transformações que suas mensagens geram em seus ouvintes. Há por aí templos cheios de pessoas perdidas, e igrejas pequenas onde pessoas experimentam a salvação em Cristo;

O valor de um pastor não é medido pelo seu poder de empolgar sua igreja ou plateia, pois seu chamado é para pastorear e não para “animar” auditório;

O valor de um pastor não é medido pelas crises que passa ou deixa de passar, mas pela maneira como se comporta em momentos difíceis;

O valor de um pastor é medido por critérios divinos e não humanos.

O pastor é dependente de Deus, e não de homens;

O pastor é homem frágil e pequeno, por meio do qual Deus realiza coisas grandes e extraordinárias; O pastor sabe que seu chamado é para pastorear e não para gerir empresas;

Ele não se preocupa com números mas com a saúde de suas ovelhas;

O verdadeiro pastor não se “contextualiza” ao mundo, mas se esforça para tirar vidas do mundo;

O pastor de valor forma valores.

Nós temos um pastor assim, seu nome é Odinei Ferreira de Oliveira. Devemos agradecer a Deus pelo vida dele, orar por ele sempre e amá-lo todos os dias. O Pastor Odinei Ferreira é um pastor visionário, de mente pensante, determinado, empenhado na Obra do Senhor, um Pastor Amigo, um Amigo Pastor, ele tem sido canal de Benção e Instrumento nas mãos do Deus Altíssimo.

Oriundo de Jacobina-BA, sua terra natal, há onze anos o Reverendo Odinei Ferreira tem dedicado sua vida  à Segunda Igreja Batista de Itapetinga (SIBI), onde exerce seu papel com muita responsabilidade, dedicação e amor juntamente com sua esposa Ana Lídia Amaral.

Os filhos Lucas e Esley Rebeca estão cursando faculdade em Vitória da Conquista (Rebeca) e Pernambuco (Lucas). Desde que chegou em Itapetinga, sempre procurou fazer amigos, um pastor que goza de excelente relação com as pessoas do seu convívio.

Ainda contamos com outros Pastores abençoados na SIBI: Pastor Marivaldo Barreto (Vice-Moderador), Edivino Costa e Silva, Nelson José dos Santos, Josemar Silva (Responsável pelo Departamento de Discipulado), Jackson Ferreira, Manoel Tavares, Elias Ramos, Isaac Souza (Congregação Recanto da Colina), Arinaldo Morais (Congregação Firmino Alves), Zenildo Novais (Congregação Clerolândia), Nilson Barbosa Leite (Congregação Macarani / Itabaí “Corgão”), Ev. Ilton Pereira (Congregação Ibicuí), Ronaldo Cardoso (Congregação Batista Filadélfia Vila Isabel), Joselito Lopes (Congregação Nova Itapetinga – Igreja Batista Semeadora da Boa Semente), Valmir Olídio (Congregação Clodoaldo Costa), James e Geane Romano (Frente Missionária Portugal), Zeneide Novais (Frente Missionária África), entre outros.

 

 

Deixe seu comentário