IGUAÍ – Bandidos matam fazendeiro com tiro na nuca após roubarem celular e R$ 20…

DPM / IML de Itapetinga.

O corpo do pecuarista Zelandio Oliveira Xavier, de 50 anos, foi liberado no começo da tarde desta terça-feira (5), após exame de necropsia no Instituto Médico Legal (IML) de Itapetinga. Ele foi agredido, provavelmente com coronhadas de revólver na cabeça, e depois assassinado com um tiro na nuca.

O crime aconteceu na fazenda de propriedade da vítima, na região do “Fojo”, no município de Iguaí, no fim da tarde de segunda-feira (4). No momento do crime, Zelandio e um amigo de infância tinham acabado de chegar da cidade de Iguaí e estavam na fazenda. A principal suspeita é que os bandidos também estavam na propriedade rural quando eles chegaram.

Zelandio foi surpreendido pelos criminosos numa chácara, a cerca de 50 metros da casa onde morava com a esposa. Lá, foi agredido, torturado e morto. Além de muito sangue, a polícia também encontrou o cavalo da vítima, próximo ao corpo. Em seguida, o amigo do pecuarista foi abordado, ameaçado, amarrado e trancado em um dos quartos da residência.

Antes, os bandidos roubaram o celular e R$20 da vítima. Os criminosos reviraram toda a casa a procura de objetos de valor. Eles fugiram numa motocicleta, levando duas espingardas que estavam dentro da casa.

Informações apuradas pelo site ItapetingaRepórter.tv dão conta que o local onde o crime aconteceu fica aproximadamente 12 quilômetros da cidade de Iguaí. As estradas são de péssima qualidade, tanto que o veículo do IML, conhecido como “rabecão”, ficou atolado na região. Foi preciso um trator para retirá-lo do atoleiro.

As policias Civil e Militar chegaram a cena do crime depois que o homem (que estava amarrado) andou por várias horas no meio do mato até chegar na cidade e pedir ajuda. A remoção do corpo do dono da fazenda só foi possível no fim da madrugada desta terça-feira.

Natural de Iguaí, Zelandio era casado e deixa três filhos, que estão em São Paulo. No dia do crime, a esposa estava na cidade para tratamento médico.

O clima é de muita dor, comoção e revolta entre amigos e familiares da vítima. Acusados são presos; armas apreendidas Nesta terça-feira, uma ação da Polícia Civil de Iguaí, com apoio da Polícia Militar local, prendeu três pessoas acusadas do crime. Na casa de uma delas, os agentes apreenderam as duas espingardas subtraídas na fazenda onde o crime acontece.

Eles foram pegos em flagrante e vão responder por latrocínio (roubo seguido de morte). A pena do latrocínio varia entre 20 e 30 anos de reclusão.  (Itapetinga Repórter TV)

ATUALIZADO

8ª CIPM – 2° PEL – Iguaí. No dia 04/06/2018 na zona rural desta cidade ocorreu um latrocínio contra o senhor Zelandio e uma tentativa de homicídio contra o senhor Juvenal da Silva Brito. O senhor Juvenal Silva reconheceu um dos envolvidos como sendo Rodrigo Passos de Menezes.

Hoje pela manhã a polícia civil recebeu um informe que Rodrigo se encontrava no interior da ação social. Nos deslocamos juntamente com a guarnição da civil e foi localizado o indivíduo. O mesmo assumiu o crime e indicou o comparsa como sendo Jeferson Ribeiro dos Santos.

Na residência onde o mesmo estava foram encontrados duas espingardas subtraídas da fazenda das vítimas. Toda a diligência foi efetuada pela guarnição da PM em apoio a Guarnição da polícia Civil.

Com Informações: TV Sudoeste Digital / Itapetinga Repórter TV 

Deixe seu comentário