H I S T Ó R I A 

A região onde hoje se situa o município de Itapetinga começou a ser conhecida a partir de 1912 quando Bernardino Francisco de Souza e alguns parentes e trabalhadores, tentando encontrar a estrada pedestre entre Vitória da Conquista e Ilhéus, fixaram-se às margens do rio Catolé dedicando-se a atividades agrícolas.

Em 1916 chegou à região Augusto Andrade de Carvalho e adquiriu uma propriedade rural, visando dedicar-se à agrigultura e à pecuária. Augusto Andrade de Carvalho demarcou em suas terras uma área de 10 hectares para nela ser erguida uma vila, um pequeno povoado. Nasceu então, no ano de 1924, o povoado de Itatinga.

Em 1926 Mariano Soares de Oliveira Campos, oriundo do município de Itambé resolveu fixar residência na região. Ao chegar, conheceu Augusto Andrade de Carvalho, que lhe mostrou algumas pequenas casas, e disse que ali estava a vila de Itatinga. Com efeito, Itatinga foi o primeiro nome de Itapetinga, nome de origem tupi-guarani com o significado de "pedra branca" ("itá=pedra"; "tinga=branca").

Em 22 de junho de 1933, pelo Decreto Estadual de n° 8.499, o povoado de Itatinga passou a ser distrito do município de Vitória da Conquista.

Em 14 de novembro de 1934 sob a liderança de Dr.Orlando Bahia, Juvino Oliveira, Mariano Campos, Augusto Andrade de Carvalho, José de Sousa Paim e outros foi criada a Associação Cultural Itatinguense (Itapetinguense), posteriormente organizada sob a forma de fundação com o fim de divulgar o conhecimento e a cultura no seio do pequeno povoado.

Seguindo o seu progresso, Itatinga cresceu, e no dia 30 de março de 1938 teve a sua sede elevada à categoria de Vila, permanecendo integrada ao município de Vitória da Conquista. Porém, no mesmo ano, em 30 de novembro, a Vila de Itatinga foi desmembrada do município de Vitória da Conquista e é anexada ao de Itambé.

A mudança no nome de Itatinga ocorreu no ano de 1944, com o Decreto-Lei Estadual n° 12.978, no qual o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, determinou que nenhum município do estado poderia ter nome semelhante a outro. Como os municípios mais antigos tinham preferência em manter os seus nomes, foi adicionada a sílaba "pe" ao nome de Itatinga, formando então o novo nome da vila: Itapetinga.

O crescimento foi rápido, tanto sob o aspecto humano quanto econômico, e através da Lei Nº 508 de 12 de dezembro de 1952 foi criado o Município de Itapetinga, sendo o seu território desmembrado do município de Itambé.

O prefeito José Vaz Sampaio Espinheira, em um de seus mandatos, firmou uma parceria sócio-cultural com a cidade californiana de Dairy Valley, hoje com o nome de Cerritos. O prefeito de Dairy Valley na época visitou Itapetinga e participou da inauguração da famosa "praça dos bois", a praça Dairy Valley, além de prestigiar uma semana de eventos em Itapetinga firmando essa parceria. Da mesma forma, Espinheira, então prefeito, passou uma semana na cidade Dairy Valley, hoje Cerritos, onde, além da semana cultural, recebeu a homenagem de ter uma rua com seu nome, Espinheira ln, e outra com o nome Itapetinga ln. Existe ainda, muito próxima, a rua Brazil Street na cidade de Cerritos, Califórnia, EUA, facilmente vista no site Google Mapas.

Atualmente, Itapetinga é um importante centro econômico e social do sudoeste baiano. Conta com um razoável parque industrial, uma economia que tende a se diversificar para abandonar a pecuária como única atividade. No campo educacional Itapetinga se destaca com um dos mais promissores campi avançados da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Geografia

Unidades Geomórficas: Depressão de Itabuna-Itapetinga, Piemonte Oriental do Planalto de Vitória da Conquista, Serras e Maciços Pré-Litorâneos (CEPLAB-1980).

O Município de Itapetinga é banhado por vários rios, entre eles estão: Catolé Grande, Catolezinho, Duas Barras, Colônia, Palmeirão, Rio Pardo, Rio da Onça e Rio da Negra.

Floresta Estacional Decidual e Floresta Estacional Semidecidual (1981-1983, RADAMBRASIL).

A Agropecuária participa com um Valor Adicionado ao PIB Itapetinguense de R$ 11.200.000,00 cerca de 3,43% de toda a Produção do Município no período de um ano (2006).

Nas décadas de 1980 e 1990 o município possuía um dos maiores rebanhos bovinos do Nordeste brasileiro, e era chamada de "A Capital da Pecuária", devido ao grande número de criadores rurais, em grandes fazendas da região.

Atualmente, a pecuária bovina perdeu um pouco a sua força, mas ainda é uma das principais atividades econômicas do município. Segundo dados do Censo Agropecuário 2006 do IBGE, o município contou com uma produção de 160.000 litros de leite de vaca e possui 88.427 cabeças de bovinos, um dos maiores rebanhos do estado, além de 2.381 cabeças de ovinos e 5.851 aves.

Setor secundário

Itapetinga é um dos municípios mais industrializado do estado da Bahia. Quando é analisado a participação da Indústria na formação do PIB, cerca de 40,21%, o município cupa, segundo a última publicação do IBGE (2006), a 22º posição, em um universo de 417 municípios. Ficando muito acima da média estadual que é de 30,68%.

O Valor adicionado ao PIB pela Indústria, representa aproximadamente R$ 131,17 milhões, ocupando assim, a 24º posição no estado, em 2006. Ficando à frente de municípios como Jequié 25º (R$ 120,53 milhões), Mata de São João 26º (R$ 114,27 milhões), e Brumado 28º (R$ 102,33 milhões).

Foi a Indústria a responsável por 1.697 novos postos de trabalho formal no 1º semestre de 2009, 70,44% de todos os empregos criados neste período.

A economia também é movimentada por algumas indústrias que se instalaram na cidade, como a Vucabras/Azaléia (produtora de calçados), o Frigorífico do Grupo Bertin, revendendo a carne para outros mercados consumidores, a Indústria de Laticínios Palmeira dos Índios S.A. (ILPISA/Valedourado), entre outras indústrias de menor porte, que fomentam o comércio local, ajudando o desenvolvimento do município.

Setor terciário

Os Serviços é o setor que tem a maior participação em Valor adicionado ao PIB, 183,87 milhões, 56,36%.

Gerou no 1º semestre 455 novos empregos formais. Somente no Comércio foram 256 trabalhadores inseridos no mercado de trabalho.

Turismo

O município tem em suas comemorações de São João uma das melhores épocas para o turismo, onde milhares de pessoas chegam à cidade para curtir uma das melhores festas juninas do interior baiano, com diversas atrações, comidas típicas juninas e muita animação.

Possui ainda locais como a Capela do Menino Jesus (Igrejinha de Pedra), o Parque Zoobotânico da Matinha (único zoológico do interior da Bahia) e o Parque da Lagoa, que são excelentes opções de passeios turísticos e de lazer.

 Educação

Itapetinga possui as seguintes escolas:

Ensino Superior

* Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), que oferece os cursos de Zootecnia, Pedagogia, Engenharia de Alimentos, Engenharia Ambiental, Química (Lic. e Bach.) e Biologia (Lic. e Bach.);

Ensino à Distância – EAD

* Universidade Norte do Paraná (Unopar – virtual);
* Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC – Ead);
* Faculdade de Ciências Educacionais (FACE – Ead);
* Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC – Ead);

Ensino médio

    * EMARC / Escola Média de Agropecuária Regional da Ceplac é uma escola pública federal onde formam-se Técnicos em Agropecuária;
    * CEAD / Centro Educacional Alfredo Dutra – escola pública estadual;
    * Colégio Luiz Eduardo Magalhães / colégio Modelo – escola pública estadual;
    * Savina Petrilli, Educandário São José, Cooedita e Colégio Batista Albert Schweitzer – rede de ensino particular.

Ensino fundamental

 * 6 escolas estaduais, 35 da rede municipal, sendo que 18 são na zona rural e 10 da rede de ensino particular, incluindo as quatro de nível médio.

 Administração pública

Anterior ao primeiro prefeito, Itapetinga, teve um gestor em 1954, que foi o Sr. Júlio Ferreira Coêlho.

 Prefeitos

    * Juvino Oliveira governou de 1955 a 1959.
    * José Vaz Sampaio Espinheira (1ª gestão) governou de 1959 a 1963.
    * José Mendonça Luna governou de 1963 a 1967.
    * José Vaz Sampaio Espinheira (2ª gestão) governou de 1967 a 1971.
    * Padre Altamirando Ribeiro dos Santos governou apenas durante dois anos, de 1971 a 1973.
    * Evandro de Oliveira Andrade governou de 1973 a 1977.
    * José Vaz Sampaio Espinheira (3ª e última gestão) governou pelo período de 6 anos, de 1977 a 1983.
    * Michel José Hagge Filho (1ª gestão) também governou pelo período de 6 anos, de 1983 a 1988.
    * José Marcos de Sousa Gusmão governou de 1989 a 1992.
    * Michel José Hagge Filho (2ª gestão) governou de 1993 a 1996.
    * José Otávio Curvelo governou durante dois mandatos seguidos, de 1997 a 2001 e de 2001 a 2004.
    * Michel José Hagge Filho (3ª gestão) de 2005 a 2008.
    * José Carlos Cruz Cerqueira Moura (atual Prefeito) empossado em 1 de janeiro de 2009.

Segurança Pública

Existe em Itapetinga a 8ª Companhia Independente de Polícia Militar (8ª CIPM), a 21ª CORPIN (Coordenadoria de Polícia Civil do Interior) e a Guarda Municipal que a partir de 2010 será a única Guarda Municipal do Estado da Bahia a postar uma Pistola de disparo não Letal (Taser). Possuindo também a COMUTRAN (órgão municipal de trânsito). A 8ª CIPM é atualmente comandada pelo Major PM Marcelo Marcelo Magalhães Dantas que substituiu o Tenente Coronel PM Manoel Amâncio de Souza Neto, sediada no antigo Colégio Pompílio Espinheira, onde funcionou o primeiro núcleo de Formação de Soldados da cidade, formando 75 policiais militares.

 Forças armadas

Itapetinga é a sede da unidade Tiro de Guerra 023/6ª RM (ou TG 06-023), uma das 200 unidades do Tiro de Guerra, responsável pela formação de reservistas para o Exército Brasileiro. O Tiro de Guerra 023/6ª RM foi criado através da Portaria Ministerial nº 2.237, de 24 de novembro de 1977, sendo instalado provisoriamente no Ginásio Agroindustrial. Passou a funcionar regularmente desde 1º de fevereiro de 1979 e em Julho/79, na sua sede atual que fica situada à avenida Cinquentenario, s/nº, no Primavera. Desde que foi autorizada sua criado pela Lei Municipal nº 283, de 17 de maio de 1973, ele formou 2.350 reservista para o Exército Brasileiro e munícipes em condições de entender seus papéis junto a comunidade local, desenvolvendo nos mesmos senso de Cidadania, Civismo e Patriotismo, pois os Tiros de Guerra são polos difusores de Cidadania, Civismo e Patriotismo em nobres municípios aonde estão presentes.

O atual Comandante do Tiro de Guerra é o 1º Sargento de Infantaria, Jocélio Santiago Andrade, da Turma de 1992 e o diretor e prefeito José Carlos Moura.
 

Personalidades

* Agnelo Queiroz (1958 -), médico e político
* Charles Fabian Figueiredo Santos (1968 -), ex-futebolista(atual Secretario de Esportes do municipio de Itapetinga)

* Mara Maravilha (1968 -), cantora e apresentadora de televisão
 * Wendel Santana Pereira Santos (1981 -), futebolista
 * Magno Malta, senador
* Virgínia Alice Almeida Hagge – Deputada Estadual pelo PMDB.
* Edgar Evangelista dos Anjos (Mão Branca) – Cantor e Compositor – Ex-Deputado Federal pelo PV

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Itapeting

Comments ( 6 )
  1. lara
    15 de Março de 2013 at 11:22
    Reply

    muito interessante a historia da nossa cidade parabens itapetinga !!!

  2. miguel bonfim
    30 de Abril de 2013 at 22:30
    Reply

    companheiro fiz um trabalho de cordel sobre este municipio o qual facilita o estudante ter um bom conhecimento de seus construtores sinto não ter sido atendido pelo o poder publico nos orgos sec. de cultura e sec. de eduoação gostaria de ter parceiros para execuçao da obra já conto com o sr. morcos espinheira com 50% do custo da grafica que não é tão alto interessados em colaborem entre em cotato 77_ 88151883 muito grato

  3. jaqueline
    17 de Maio de 2013 at 13:50
    Reply

    oi

  4. juraci francisco de souza
    5 de julho de 2013 at 23:03
    Reply

    boa noite, sou filho de itapetinga- ba, meu pai bernardino francisco de souza nasceu e morreu em itapetinga foi o primeiro desbravador e morador desta cidade, sou grato pelo busto homenagiando o sr. bernardino filho ilustre desta magnifica cidade de itapetinga-ba muito obrigado. Quero fazer um pedido se não for impossivel gostaria eu de ter uma foto do tumulo do sr.bernardino francisco de souza. Ele foi enterrado no cemiterio desta cidade. Estou aguardando se quiser entrar em contato comigo ai esta o meu facebook -gilberto francisco sousa sou filho do juraci e neto do bernardino.

  5. Adenor
    29 de Março de 2014 at 16:20
    Reply

    eu tenho boas lembranças de Itapetinga, pena que a maior parte destes rapazes assim como e outros filhos de fazendeiros, tivemos que deixar as nossas origens para tentar estudar fora ou trabalhar, em outros estados do brasil, ou exterior, eu outros graças a deus, tivemos sorte de seguir um bom caminho e prosperar para conseguirmos uma vida dguina, constituir uma família, tive ex/colegas que saiu ai da nossa região, que se deu mal morrei por problemas das drogas, vaço votos se alguns destes que foram meus colegas de colégio na fazenda do seu Rufino, ou foi colega do Alfredo Dutra em Itapetinga 1954, e-mail.com adenorbaia

  6. Adenor F.S.Rodrigues.
    16 de Abril de 2016 at 21:09
    Reply

    Em 29 de Março de 2014 as 16:20 escrevi esta mensagem acima dizendo tenho boas lembranças de Itapetinga, agora eu volto a escrever de novo outros comentários, junto com outras pessoas lá junto a do nosso conterranio Sizino Neto, sobre a matéria com relação o descaso e abandono as Agressões Ambientais,do nosso Rio Catole Grande, estou nesta pagina vendo os nomes de pessoas que passaram aqui em Brasília, com uma excelente posição nos órgãos públicos Federais, e Estaduais, e não levantaram uma palha para poder conseguir recursos para recuperação deste nosso Rio, Catole, ao ver estas fotos fico muito triste, muito preocupado como estão as pessoas que dependia deste Rio para tirar o seu sustento de sua família, estou residindo em uma Cidade Turística, de Goiás, que tem um corgo que atravessa toda a Cidade de uma ponta a outra, quando chovia alagava tudo os veículos não podia fazer a travessia de um lado para outro, o Prefeito conseguio através do Governador, verbas Federal, que conseguiram resolver definitivo todos problemas que estavam sendo causado para os moradores e os turistas, eu alcancei este período orivel vi também as placas que ostentava dizendo que o governo Federal, junto com Estadual, Prefeitura estava executando uma obra valorização da Cidade, só que isto aconteceu na época dos Militares, vamos pedir proteção ao poder maior, para que ele ajude o nosso povo desta tão querida Cidade Itapetiga, conseguir um milagre para conseguirem salvar o nosso Rio Catole Grande, Amem!!!

Deixa seu comentário