ITAPETINGA: DONO DE FARMÁCIA PRESO COM REMÉDIOS DE VENDA PROIBIDA

Operação Medicamentos I (4)

Delegado Titular Dr. Roberto Júnior e seus Investigadores dentro da Farmácia São Francisco durante Operação.

Uma ação da Polícia Civil de Itapetinga, na manhã desta terça-feira (01/03), resultou na prisão em flagrante de um dono de farmácia. Ele tinha em seu estabelecimento, localizado na Rua Humberto de Campos, várias caixas de medicamentos de uso restrito e de venda proibida. Na apreensão, os policiais civis encontraram medicamentos distribuídos pelo SUS, ou seja, não poderiam ser vendidos e que são distribuídos gratuitamente para a população pela Rede Básica de Saúde.

COMO TUDO ACONTECEU…

Operação Medicamentos I (6)

Presença dos Fiscais da VISAM (Vigilância Sanitária do Município) no local.

O delegado Roberto Júnior, que recebeu a denúncia das irregularidades praticadas pela farmácia, acionou o Departamento de Polícia Técnica e a Vigilância Sanitária. Os peritos recolheram todos os medicamentos em situação irregular.

A Secretaria Municipal de Saúde de Itapetinga havia comunicado ao delegado titular, Dr. Roberto Júnior, que estava ocorrendo “desvio e/ou furto” de Medicamentos da Farmácia Básica no Centro de Saúde Guilherme Dias, e que parte desse medicamento estava exposto para comercialização na Farmácia São Francisco, localizada na Rua Humberto de Campos, Bairro São Francisco de Assis, de propriedade do comerciante William da Silva Nascimento, 31 anos, morador da Rua Condeúba, Bairro Camacã.

Quando a Polícia Civil sob o comando do delegado Roberto Júnior, fiscais da Vigilância Sanitária do Município e os peritos do DPT – Dr. José Carlos (Criminalístico) e André Gomes (Técnico) chegaram ao referido estabelecimento, onde encontraram medicamentos de uso restrito e de venda proibida,  do Ministério da Saúde e SUS, numa prova inequívoca de que eram medicamentos da Farmácia Básica, os quais não podem ser comercializados, são distribuídos gratuitamente através das Unidades de Saúde do Município sob a supervisão e controle da Secretaria de Saúde.

Volume de Produtos Apreendidos…remedio

Cerca de trinta (30) tipos de medicamentos suspeitos foram apreendidos, parte em caixas fechadas ou fracionadas, uma caixa vazia de anabolizante, medicamentos tarja preta, que causam dependência, medicamentos com rasura na embalagem onde estava inserida a inscrição “venda proibida ao comércio ou “este medicamento não pode ser comercializado”. O referido estabelecimento comercial foi interditado pela Vigilância Sanitária do Município.

Além da prisão em flagrante do comerciante William da Silva  Nascimento, 31 anos, foi detida uma funcionária do posto de saúde, de prenome Daniela, 31 anos, que foi conduzia ao Complexo Policial para prestar Declarações acerca do fato.

De acordo com a Polícia Civil, essa funcionária seria a pessoa que repassava os Medicamentos da Farmácia Básica para o comerciante William da Silva. Após prestar depoimento, a servidora pública municipal foi liberada, mas responderá criminal e administrativamente.

Já a situação de William foi mais delicada, ele foi atuado em flagrante por crimes de “Receptação Qualificada e Tráfico de Drogas, este último, pela venda irregular de medicamentos que são consideradas drogas (incluindo Tranquilizantes – remédios de venda controlada, para controle da tensão, insônia e ansiedadeAnsiolíticos – utilizados no tratamento contra a ansiedade, entre outros).

Por esta razão, o delegado Dr. Roberto Júnior, deixou de arbitrar fiança. William segue custodiado na carceragem da DT de Itapetinga a disposição da Justiça Criminal. William constituiu dois advogados que estão atuando no caso e já recorreram à Vara Crime, impetrando um Pedido de Relaxamento de Prisão ou coisa parecida.

Versão de William da Silva (Comerciante)…

Operação Medicamentos I (9)

William da Silva por sua vez, nega que estivesse comercializando medicamentos furtados da Farmácia Básica do Município em seu estabelecimento; Disse que mantinha uma relação de confiança com seus clientes e que por várias vezes esteve no Posto de Saúde com receitas deles para apanhar os Medicamentos distribuídos gratuitamente; Que em razão dos clientes adquirirem outros medicamentos em seu estabelecimento, ele usava do bom senso, juntando o útil ao agradável;

Que esses medicamentos da Farmácia Básica não eram vendidos e sim, doados aos clientes; Que na maioria das vezes os clientes não levavam para casa a quantidade receitada, enquanto que o restante ficava na farmácia para proceder da mesma forma com outros clientes; Que é pai de família, cidadão de bem; Que não é bandido e que vai provar sua inocência; Que possui documentos que comprovam a origem de cerca de 70% dos medicamentos apreendidos em sua farmácia.

Operação Medicamentos I (7)

Polícia Civil e DPT de Itapetinga (Ação Conjunta) – Delegado Roberto Júnior e o Perito Técnico (DPT) André Gomes…

Operação Medicamentos I (8)

Peritos do DPT de Itapetinga – Dr. José Carlos (Criminalístico) e André Gomes (Técnico) chegando à DT com produtos apreendidos na Farmácia São Francisco.

Operação Medicamentos I (3) Operação Medicamentos I (10)

???????????????????????????????????? ????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Operação Medicamentos I (19) Operação Medicamentos I (17) Operação Medicamentos I (16) Operação Medicamentos I (15) Operação Medicamentos I (14) Operação Medicamentos I (13) Operação Medicamentos I (12) Operação Medicamentos I (5)

Compartilhe esse Post!

Sobre Sizinio

Natural de Itapetinga, Evangélico, Casado com Cris Sousa de Sá, Radialista / Locutor Noticiarista / Repórter Policial há 24 anos. Trabalhou na Rádio Fascinação durante 13 anos - como âncora do Programa NA BOCA DO POVO. Teve passagem nas Rádios Cidade FM e Jornal AM, foi Agente Público (Administrativo) da DT de Itapetinga (Delegacia Territorial) até 2016... Líder Comunitário, Presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública, presidiu a Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública do estado da Bahia no Território Médio Sudoeste, presidiu por três anos a Coordenação Municipal de Defesa Civil de Itapetinga (COMDEC), foi membro do Conselho Penal da Comarca de Itapetinga, presidiu a Associação de Moradores da Nova Itapetinga (AMONI), foi por dois anos, Assessor de Comunicação da SIBI (Segunda Igreja Batista de Itapetinga - período 2017/2019) e é um dos Editores do Itapetinga na Mídia... Contato: Whatsapp (77) 98805-6791 E-mail: reportersizinio@gmail.com

Posts Relacionados

11 thoughts on “ITAPETINGA: DONO DE FARMÁCIA PRESO COM REMÉDIOS DE VENDA PROIBIDA

  1. Aninha disse:

    Por quer não colocaram a foto do proprietário da farmácia?Meu filho trabalhou 11 meses pra ele,alem de não registrar a carteira dele,não pagou seus direitos trabalhista,sem falar que humilhava e não pagava o salário correto,ele é todo errado mesmo,prisão é pouco pra esse “cidadão”.

  2. Rogério Nascimento disse:

    Pq vc como mae ou ele como funcionario nao procuraou a DRT Delegacia Regional Do Trabalho la vc poderia se queixar e ele iria ter que pagar os tempos do cidadao de longe e facil acusar vai la ainda da tempo arrume testemunhas e pare de espoor a vida de seu filho que é bem melhor

  3. Rafael disse:

    É amigo, isso que dar querer dar um de sabidão! Espero que agora sossegue um pouco e para de querer dar uma de malandrão.

  4. Mara disse:

    Pq vc n o colocou na justiça do trabalho? Errado é seu filho. Eu tirava até as calças dele.

  5. Patrícia Santos disse:

    E quem fornecia os medicamentos tem que ser punido também, Itapetininga ta uma vergonha, médicos que não trabalham direito. Tem que fazer uma varredura nestes pilantras.

  6. Maria das dores disse:

    Também a Foto dos pilantras safados que fornecia os medicamentos tem que ser exposta pra td mundo ver , e os doentes sem condições de comprar remédio sem remédio,parabéns ao denunciante e a polícia de Itapetininga.

  7. ANTONIEL MAGALHÃES disse:

    A CASA CAIU WILLIAM. ELE TÁ ENVOLVIDO EM VÁRIOS OUTROS… É SÓ INVESTIGAR. ACHO QUE A POLICIA SABE DAS OUTRAS PRÁTICAS, MAS FALTAM PROVAS. O DELEGADO É COMPETENTE E TA DESMASCARANDO QUEM FICA LESANDO AS PESSOAS HUMILDES.

  8. jonas disse:

    agora aparece até o que o cara não fez.

  9. Sandra de Oliveira. disse:

    …é por isso quando um cidadão do bem procura um medicamento nos posto de saúde,não acha.quantas pessoas precisam desses medicamentos essa pessoa que passava os medicamentos para ele tem que ser detida também.”isso é sera´que vai ter alguma punição?

  10. Aninha disse:

    Rogério,aqui só fiz um desabafo,colocamos na mão de uma advogada,que infelizmente não deu em nada,como muitas coisas aqui em Itapetinga,e não expôs a vida do meu filho,foi só pra o povo saber quem realmente é esse cidadão.Obrigada pela dica.

  11. Aninha disse:

    Interessante,Rogério,meu filho foi prejudicado por esse cidadão e vc me diz ainda que eu estou o acusando de longe,ele foi errado mesmo de trabalhar pra uma pessoa irresponsável.E não expôs a vida dele aqui,foi apenas um desabafo de mãe. E tenho fé em Deus que iremos resolver sim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *