POR QUE REALIZAR EXAME DE DNA NO CORPO DE DONA NELITA? COORDENADORA DO DPT EXPLICA…

Quatro meses se passaram e os parentes não puderam realizar o sepultamento do corpo da senhora Nelita Oliveira Melo, a “Dona Lita”, de 85 anos. A questão esbarra na liberação do corpo por parte do DPT (Departamento de Polícia Técnica) de Vitória da Conquista.

Dona Nelita morreu vítima de um incêndio em sua residência no dia 09 de dezembro do ano passado. Sete dias antes o DPT/IML,  localizado no Complexo Policial de Itapetinga, foi inaugurado pelo Governador Rui Costa e entregue à população das 13 cidades que abrangem à 21ª Coorpin/Itapetinga.

Dra. Isnara Martins – Coordenadora da CRPT/Itapetinga

A reportagem do Itapetinga na Mídia conversou nesta terça-feira (11) com a Coordenadora da CRPT (Coordenadoria Regional de Polícia Técnica), Isnara Martins, que explicou a situação.

“Mesmo com o DPT/IML inaugurado no dia 02 de dezembro de 2016, na época, os exames de necrópsias nos finais de semana eram realizados em Vitória da Conquista. Ainda não havia escala para os médicos-legistas nas sextas à noite, sábados e domingos, razão pela qual o corpo de Dona Nelita foi encaminhado para Vitória da Conquista”, disse Isnara Martins.

Segundo ela, o corpo da idosa apenas está custodiado em Itapetinga, porém o laudo de exame necroscópico sairá por Vitória da Conquista após o exame de DNA.
POR QUE FAZER EXAME DE DNA?

A Coordenadora do DPT /IML de Itapetinga explicou a necessidade em se realizar o exame de DNA no corpo da senhora Nelita Oliveira Melo, lembrando que existem três técnicas periciais para a realização de uma identificação civil, exigência legal para todo tipo de morte violenta:

-Impressões digitais; análise da arcada dentária e exame de DNA.

Isnara Martins comenta que em razão do corpo da idosa Nelita estar carbonizado em quase em sua totalidade, a única saída foi colher material genético para se fazer o exame de DNA, procedimento que somente é realizado na Coordenação de Genética do Laboratório Central de Política Técnica, em Salvador.

De acordo com a Coordenadora, a demora na liberação é que o corpo está numa fila de espera,  pois no laboratório existem vários casos semelhantes aguardando o exame.

“Entendemos a dor da família, mas será necessário aguardar”, finalizou a Coordenadora, sem estipular prazo.

Compartilhe esse Post!

Sobre Sizinio

Natural de Itapetinga, Evangélico, Casado com Cris Sousa de Sá, Radialista / Locutor Noticiarista / Repórter Policial há 24 anos. Trabalhou na Rádio Fascinação durante 13 anos - como âncora do Programa NA BOCA DO POVO. Teve passagem nas Rádios Cidade FM e Jornal AM, foi Agente Público (Administrativo) da DT de Itapetinga (Delegacia Territorial) até 2016... Líder Comunitário, Presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública, presidiu a Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública do estado da Bahia no Território Médio Sudoeste, presidiu por três anos a Coordenação Municipal de Defesa Civil de Itapetinga (COMDEC), foi membro do Conselho Penal da Comarca de Itapetinga, presidiu a Associação de Moradores da Nova Itapetinga (AMONI), foi por dois anos, Assessor de Comunicação da SIBI (Segunda Igreja Batista de Itapetinga - período 2017/2019) e é um dos Editores do Itapetinga na Mídia... Contato: Whatsapp (77) 98805-6791 E-mail: reportersizinio@gmail.com

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *