Sindicato de Conquista denuncia BB de Itapetinga ao MPT…

O Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região denunciou, na última segunda-feira (08), o Banco do Brasil ao Ministério Público do Trabalho devido às péssimas condições de trabalho às quais estão sujeitos os funcionários do BB/Itapetinga.

Dentre as irregularidades encontradas pelos diretores está a falta de funcionamento do ar-condicionado. Por conta das altas temperaturas registradas no município, bancários e clientes são constantemente expostos a um ambiente insalubre dentro da agência, o que aumenta o estresse e o risco de erros e acidentes.

Na área interna da unidade os problemas se amontoam. Falta espaço para o armazenamento correto de documentos, foram constatados vazamentos de água sobre os arquivos e o lixo eletrônico se acumula, criando uma atmosfera que facilita a proliferação de fungos e o surgimento de alergias e doenças respiratórias.

Os problemas encontrados violam a Norma Reguladora nº 17 do Ministério do Trabalho e Emprego, que estabelece parâmetros das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente.

A situação ainda é agravada pelo elevado número de clientes oriundos de outros municípios e pela falta de funcionários.

“A agência de Itapetinga está recebendo o público de Potiraguá, Itarantim, Maiquinique, Itororó e, principalmente nos dias de pagamento, enfrentamos graves problemas devido à estrutura comprometida.

Falta ar-condicionado na sala de autoatendimento, o sistema de refrigeração do setor de atendimento também está danificado e quando a agência está muito cheia o calor fica insuportável.

Além disso, a unidade está funcionando com um quadro reduzido, pois perdemos três colegas com a reestruturação. O que estamos reivindicando são condições mínimas de trabalho”, salienta o bancário Clóvis Santana.

A diretora de Assuntos Jurídicos, Sarah Sodré, explica que a denúncia ao MPT se deu após diversas tentativas de resolução do caso através de solicitações à gestão do banco.

“Manter funcionários e clientes expostos a condições como as do BB/Itapetinga é desumano e fere direitos garantidos na CLT.

A partir da denúncia de funcionários, buscamos uma solução junto à direção do BB desde dezembro do ano passado, mas não obtivemos uma resposta positiva.

Agora vamos aguardar que a Justiça investigue e puna o banco por conta do descumprimento das normas de segurança e higiene”, afirma.

SEEB-VC

Compartilhe esse Post!

Sobre Sizinio

Natural de Itapetinga, Evangélico, Casado com Cris Sousa de Sá, Radialista / Locutor Noticiarista / Repórter Policial há 24 anos. Trabalhou na Rádio Fascinação durante 13 anos - como âncora do Programa NA BOCA DO POVO. Teve passagem nas Rádios Cidade FM e Jornal AM, foi Agente Público (Administrativo) da DT de Itapetinga (Delegacia Territorial) até 2016... Líder Comunitário, Presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública, presidiu a Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública do estado da Bahia no Território Médio Sudoeste, presidiu por três anos a Coordenação Municipal de Defesa Civil de Itapetinga (COMDEC), foi membro do Conselho Penal da Comarca de Itapetinga, presidiu a Associação de Moradores da Nova Itapetinga (AMONI), foi por dois anos, Assessor de Comunicação da SIBI (Segunda Igreja Batista de Itapetinga - período 2017/2019) e é um dos Editores do Itapetinga na Mídia... Contato: Whatsapp (77) 98805-6791 E-mail: reportersizinio@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *