PROMOTORIA DO MEIO AMBIENTE VISITOU PISTA DE COOPER DA LAGOA E EXIGIU A PODA E RETIRADA DE ALGUNS FICUS (ÁRVORES) PARA PROPORCIONAR SEGURANÇA AOS PRATICANTES DA ATIVIDADE…

Parque da Lagoa / O Promotor de Justiça Dr. Junseira, o secretário Carlos Leôncio e um praticante de cooper. Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-priority:99; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin-top:0cm; mso-para-margin-right:0cm; mso-para-margin-bottom:10.0pt; mso-para-margin-left:0cm; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-theme-font:minor-fareast; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin;} No final da tarde de ontem (segunda, 09/04), o Ministério Público através da Promotoria do Meio Ambiente em parceria com a SEMA (Secretaria de Meio Ambiente) de Itapetinga realizou uma ação integrada no Parque Poliesportivo da Lagoa nas proximidades da pista de Cooper, onde foram podadas e cortadas algumas árvores (Ficus) que impediam a luminosidade, colaboravam com a destruição de luminárias, bem como a pavimentação da referida pista, além da insegurança, pois as copas das citadas árvores serviam de esconderijo, um risco iminente para quem pratica atividade física no local (Cooper). Na localidade será feito o replantio de outras espécies (nativas do Brasil), pois o Ficus é uma árvore...

Continuar Lendo